Ata da Reunião de diretoria - 14/05/2009

Aos quatorze dias do mês de maio de dois mil e nove, às dezenove horas e trinta minutos, no escritório do Sr. Rafael, à Rua Barão do Rio Branco, 23, teve lugar a reunião ordinária da diretoria do IPIS, contando com a presença dos membros: Eurico Alonso, Maria Estela Frazatti, Luciane Pazian, Maria F. Moggione, Francisco Rafael de Barros, Lázaro Honório Andrade, Suely A. Caretta, Clarice Nobuko Iguchi, Lucia Helena S. Dela Costa, José Carlos Dela Costa, Mariana S. Carvalho, Elenice Olher Guilherme, Marcia Shirley Silva Gracia,  Maria Neuza Cunha, Helio Hideyo Uchiyama  e Marcelo Frazatto, conforme lista de presença.

Declarando aberta a reunião, o Sr. Hélio nos apresentou sua esposa, a Sra. Rute Yukie I. Uchiyama, e a Sra. Rosicler de Cássia Buzato, sua convidada e funcionária da Jofer.

 O presidente distribuiu uma cópia dos balancetes dos exercícios de 2008 e 2009. Relatou que está preocupado com a previsão de fecharmos o exercício com um “déficit” previsto de R$ 29.650,21. Em razão disso, foi que convidou a Sra. Rosicler para participar desta reunião, pois ela tem possibilidade e quer nos ajudar com idéias e sugestões  para aumentar a nossa arrecadação e evitar o saldo deficitário.

 Luciane falou que uma das causas dessa previsão negativa, é o aumento salarial, alta do custo de energia elétrica, telefone, gás e dos materiais de limpeza e o necessário para a alimentação das crianças.

 O presidente afirmou que realmente estas são as causas, mas, que cabe a nós encontramos a solução para evitar o pior e conseguirmos fechar o exercício com saldo em caixa.

 O Sr. Rafael falou que essas dificuldades vêem desde as primeiras diretorias, é uma constante, pois a instituição era desconhecida e depois caiu num descrédito, levando muitos colaboradores a se afastarem.

Hélio fez um convite, para que todos se esforcem no sentido de angariar novos sócios contribuintes. Falou que o nosso “per capita” gira em torno de R$ 1.200,00 mensais, por criança mantida da entidade. Dona Maria Moggione disse que este é o menor “per capita” entre todas as entidades assistenciais.

Elenice sugeriu um trabalho junto às indústrias e ao comércio, para obter doações mensais. Rosicler relatou que acredita que falta um trabalho de “marketing”, para tornar a entidade mais conhecida na cidade. Sugeriu que se apresente um “folder” do IPIS, para mostrar a instituição ao comércio e à industria, e há também necessidade da utilização da mídia, rádios, jornais e TVs. Isto fará a entidade conhecida e fará o público despertar para a necessidade de colaborar financeiramente.

D. Maria Neuza Cunha falou também que é preciso um maior empenho de todos nas vendas dos convites para os eventos. Relatou ainda, que ficou feliz com o movimento do último bazar. Aproveitou para passar a todos os dados do próximo evento, a primeira Festa Julina que será realizada em conjunto com as demais instituições assistenciais da cidade, num total de doze Instituições.

O presidente sugeriu o estabelecimento de metas, e solicitou aos membros da diretoria que para a próxima reunião tragam idéias e sugestões. Propôs, como primeiro passo, tentar chegar a arrecadação das pessoas jurídicas, ao valor de R$7.500,00 e o movimento dos bazares a R$ 5.000,00 até o final do ano.

D. Márcia S. Gracia comunicou que as irmãs do Colégio Sagrado Coração de Jesus, estão arrecadando junto aos alunos, pratos, copos e talheres para doarem ao IPIS. Isto poderá ajudar nos utensílios que foram roubados.

D. Maria e Maria Neuza pediram voluntários para o revezamento na festa do milho verde, dia vinte e três. Apresentaram-se Sra. Maria Moggioni, Sra. Maria Neuza Cunha, Sra. Mariana, Sra. Márcia, Sra.Sueli, Sra. Elenice, Sra. Lucia, Sra. Estela e Sr.Eurico.

O presidente apresentou o rateio do valor da coroa de flores, que ficou em R$ 6,00 para cada um.

Nada mais havendo a tratar, deu-se por encerrada a reunião, marcando a próxima para o dia 04.06.09.

 

Helio Hideyo Uchiyama 
Presidente 

Eurico Alonso
1º Secretario